VMM 2011, da Microsoft, permite criação e gestão remota de nuvens privadas

Olá pessoal,

Olha que noticia interessante! É o modelo de Cloud Computing ganhando espaço, importante dizer que esse modelo é o que chamamos de IaaS (Infrastructure as a Service), ou seja, fornecimento de infraestrutura computacional (geralmente em ambientes virtualizados) como um serviço. Em vez de o cliente comprar servidores para uma determinada aplicação, ele contrata um serviço dentro de um datacenter proporcional aos seus requisitos de infraestrutura e tem acesso completo à plataforma e ao software.

VMM 2011, da Microsoft, permite criação e gestão remota de nuvens privadas

http://convergenciadigital.uol.com.br/cgi/cgilua.exe/sys/start.htm?infoid=23706&sid=95

O novo Virtual Manager Machine (VMM) 2011, da Microsoft, tem lançamento previsto para o ano que vem. Entretanto, o público presente ao TechEd Brasil 2010, evento que acontece desta segunda-feira, 13, até o dia 15, na capital paulista, teve acesso em primeira mão aos recursos e facilidades no novo produto da companhia.

Danilo Bordini, gerente de produtos de infraestrutura da Microsoft, demonstrou para a comunidade de profissionais de TI como a solução permite a criação e gerenciamento de nuvens privadas dentro de um data center.

Com o novo produto é possível criar nuvens privadas nos próprios sistemas já existentes na empresa. E o melhor: isso não implica custos adicionais à corporação. Basta fazer gratuitamente o download do Virtual Machine ManagerSelf-Service Portal.

A partir daí é possível criar templates de máquinas virtuais, com o custo por dia, capacidades e acesso a aplicativos corporativos. Se houver a necessidade de, por exemplo, criar uma nuvem privada, é possível alocar recursos online, determinando quando a infraestrutura será montada, quando ela será desmontada e quais características deve ter. O administrador de TI estabelece as necessidades e o portal define de onde vai tirar a capacidade de processamento e storage. Ao término do período previamente estabelecido, a capacidade é alocada para outras demandas.

"Em poucos minutos e cliques é possível criar uma nuvem privada", explica Bordini durante sua apresentação. "Feito isso basta criar as máquinas virtuais conforme a demanda da área que solicitou a criação da nuvem. Tudo é devidamente documentado e realizado em tempo real através do portal", detalha. 

Bordini explica que um centro de custos é associado àquelas despesas e o System Center gerencia tudo o que for criado na nuvem. Essa nuvem pode ser criada para recursos de inteligência de negócios ou virtualização de desktops, entre outras opções. No último caso, é possível, a partir de um thin client, com muito pouca capacidade de processamento, acessar com excelente qualidade os aplicativos armazenados no data center.

O usuário conta com mais ou com menos capacidade de memória sem sequer perceber. Baseado em System Center, o portal de administração de data center permite controle detalhado de consumo de capacidade e custo total de infraestrutura, conforme Bordini demonstrou em sua apresentação.

Interoperabilidade
Segundo Bordini, o VMM 2011 gerencia Hyper-V, Xen, VMware e Linux. Ou seja, ainda que a empresa utilize tecnologias de virtualização concorrentes à da Microsoft, o gestor de TI pode tranquilamente gerir as máquinas virtuais a partir do VMM 2011.

http://convergenciadigital.uol.com.br/cgi/cgilua.exe/sys/start.htm?infoid=23706&sid=95

Fernando Andreazi
http://fernandoandreazi.spaces.live.com

Sobre Fernando Andreazi

Fernando Andreazi, profissional de TI desde 2004, especialista em tecnologias Microsoft em soluções de Infraestrutura, Gerenciamento e Online Services. Microsoft Certified Trainer (MCT) e Microsoft Most Valuable Professional (MVP) em Office 365. Technical Speaker palestrando sobre tecnologias Microsoft nas principais universidades de São Paulo, TechEd2011 e na Comunidade TechNet. Certificado em Windows XP, Windows Vista, Windows 7, MDOP, Forefront, SCCM2007, SCOM2007, Windows Server 2003, Windows Server 2008, Lync 2010, Exchange Server 2007 , 2010, 2013 e Office 365. MCP, MCSA, MCITP, MCTS e MCDST. Atualmente atua em uma empresa Microsoft LAR como Cloud Specialist e é também Owner da empresa de treinamento Learning365.

Publicado em 30/09/2010, em Microsoft Online / BPOS. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: